Esta especialidade insere-se na área da Psicopedagogia/Psicologia educacional, no entanto, dirige-se apenas a crianças que ainda não deram entrada no 1º ciclo.
Deste modo, centra-se na fase inicial do desenvolvimento, podendo designar-se também de intervenção precoce, visto que o seu objetivo é analisar o grau de desenvolvimento destas competências que se desenvolvem durante os anos pré-escolares e que têm um papel fundamental numa aprendizagem escolar bem sucedida.
No caso de serem identificadas dificuldades ao nível de alguma das competências importantes para a aprendizagem escolar, estas poderão ser otimizadas, diminuindo assim o agravamento das dificuldades e permitindo a preparação de metodologias de ensino adequadas às características específicas da criança.
As aprendizagens escolares formais constroem-se sobre uma série de competências.
Para quem?
A avaliação e intervenção pré-escolar dirigem-se a crianças que revelam desde cedo alguma alteração ao nível do desenvolvimento, nomeadamente ao nível da área da linguagem, da área locomotora, da área pessoal-social, da área de coordenação visuo-motora, do raciocínio, da memória visual e auditiva, da consciência fonológica, ao nível de conceitos quantitativos, entre outras.
Dirige-se também a crianças cujo perfil cognitivo geral suscite a necessidade de uma avaliação quanto à maturidade das competências necessárias ao ingresso na escola.
Como decorre?
AVALIAÇÃO:
O processo de avaliação inicia-se com uma entrevista aos pais onde é recolhido todo o historial da criança a vários níveis do desenvolvimento.
De seguida, são realizadas três a quatro consultas com a criança onde, através de diversas atividades, faz-se a observação estruturada, orientada em função dos objetivos a alcançar.
Nesta fase, o objetivo principal é proceder a uma avaliação cognitiva através de um conjunto de estratégias, que tentam identificar o perfil psico-educaional da criança, permitindo traçar um mapa de aptidões distribuídas por áreas fortes, fracas e necessidades.
Esta avaliação permite conhecer a criança, fazendo uma caracterização do seu desenvolvimento, mas também conhecer o seu potencial de aprendizagem.
Ainda durante este processo de avaliação, o educador será contactado pelo técnico da Kids4you com o objetivo de recolher informação acerca do contexto escolar.
A última etapa desta avaliação prende-se com a entrega de um relatório aos pais, acompanhado de uma caracterização detalhada das áreas avaliadas e das necessidades terapêuticas traçadas numa proposta de intervenção.
INTERVENÇÃO:
Uma vez detetados os défices de desenvolvimento nas competências prévias às aprendizagens formais, é delineado um plano de intervenção com vista ao seu desenvolvimento, permitindo prevenir futuras dificuldades de aprendizagem.
Ao longo do processo de intervenção, são realizadas reavaliações no sentido de recolher informação acerca do ritmo de desenvolvimento, acerca das áreas que ainda precisam de ser alvo de intervenção ou acerca da necessidade de continuar com a intervenção.
As sessões têm duração de 50 minutos e a periodicidade das mesmas dependerá das necessidades de cada individuo.
Onde?
As sessões de intervenção psicopedagógica decorrem nas instalações da Clinic4you ou poderão ocorrer em regime de domicílios, em casa ou na escola, desde que o programa terapêutico seja possível de aplicar nesses contextos.